quinta-feira, 3 de julho de 2014

Estou a viver nos Açores, na ilha dos meus sonhos de adolescente - O FAIAL!. Há 28 meses.

Por aqui tudo cheia a natureza, pureza, delicadeza e outras inenarrávies "ezas" de fim feliz :)

Aqui cada toque, cada cheiro, cada vislumbre cheira a magia.

Quando eu era pequena e tinha assim... muitas, muitas saudades do Faial, punha a orelha num búzio enorme que tinha em casa, para ouvir o mar
e ouvia esta Ilha a chamar-me!!!

Tenho 45 anos e desde muito pequena que sinto, assim, esta ilha! Sempre quis  viver aqui mas a minha mãe nunca o permitiu porque, sendo de cá, tinha "sede" de acessos : à informação, à moda, à politica nacional e internacional, etc, coisa que não tinha enquanto aqui cresceu...

Ela, a minha mãe, nasceu nesta ilha do Faial e aqui viveu até aos seus 18 anos, altura em que foi, com o meu pai e com a sua irmã, para Lisboa.

Aí concretizou, ou melhor, deve ter concretizado - imagino eu - algum sonho (de liberdade) que tinha...Mas se hoje em dia eu lhe perguntar quais foram os seus "achivements", ela muda de assunto...

Eu nunca quis ser como a minha mãe e, ao contrario da maioria das crianças que até são capazes de dedicar versos às suas mães, a minha nunca foi inspiradora... E, pior: se eu tentar lembrar-me de algum momento divertido com a minha mãe...não aparece nada, nem um sorriso...nada !!!

Não quero que o meu filho sinta isto sobre mim quando tiver mais uns anos!!!

Bom , na verdade, todos estas lembranças foram desencadeadas por uma simples imagem do Jardim do Príncipe Real, em Lisboa, cidade onde jurei nunca mais voltar...





Jardim do Principe Real, Praça da Alegria, Bairro Alto, Cais do Sodré...deu-me, de repente uma saudade louca! Mas depois penso: não é do sitio que tenho saudades: é de como vivi e senti esse sitio na altura que lá estava...

No entanto não nego que hoje revisitaria todos esses lugares com calma e descontracção porque, com toda a certeza que veria a cidade de Lisboa com outros "olhos"...!


1 comentário:

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante,mas se desejar seguir, saiba que sempre retribuo seguido
também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.