sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Índigo e Cristal

A propósito de Crianças Índigo e Crianças Cristal, aqui fica um apontamento para despertar o interesse sobre as chamadas “novas crianças”:

Podemos encontrar em qualquer dicionário o significado de Indigo: “Uma das cores do espectro solar”, entre outros possíveis. Neste caso, “o termo Indigo refere-se ao estado de alma, que num humano típico muda de dia para dia, dependendo da disposição e do interesse.

Ao contrário da maioria da população as Crianças Indigo são principalmente regidas pelo hemisfério direito dos seus cérebros. Assim são especialmente atraídas por todas as actividades artisticas e são providos de uma sensibilidade extraordinária. Embora sejam meditativas, uma das suas caracteristicas básicas é a ira. Como agitadores naturais, revoltam-se desde muito cedo contra a injustiça e a autoridade. Tendo como principio fundamental a igualdade entre todos, não se deixam melindrar por figuras autoritárias ou ditatoriais. São assim naturalmente mal compreendidos, podendo ser manipulados. São também crianças bastante agitadas e inquietas, a menos que estejam a ser ocupados por alguma actividade do seu interesse. Estas crianças são também visionárias natas, intuitivas, e sempre prontas a descobrir o que os outros deixam passar ao lado.

Em Portugal pouco, ou nada, se tem ouvido falar nestes jovens que hoje enchem as famílias e a escola. E se há uns tempos era vulgar falar-se de sobredotados, eles não deixavam de ser encarados como uma excepção a regra! Hoje, porem, são mais que as mães! As gerações de Índigos constituem a regra, se se tiver em conta que a partir de 1980 cerca de 90% das crianças apresentam um novo e invulgar conjunto de atributos psicológicos que se traduzem num padrão comportamental irreverente, com factores que, para além de incomuns, são únicos.

As crianças Índigo são precursoras das Crianças Cristal que são consideradas como uns dos seres mais ligados, mais comunicativos, mais carinhosos e mais de amorosos de qualquer uma das gerações. Também são bastante filosóficas e têm dons espirituais. E elas exibem níveis nunca vistos de bondade e sensibilidade. Crianças Cristal são meigas, afetuosas, curiosas, mas também podem apresentar variações de personalidade que deixam qualquer um confuso. Ataques não são raros, tais como explosões temperamentais… Mas passam na velocidade com o qual vieram. Estão sempre muito dispostas, como se fossem pequenos radares, a observar seus pais, familiares, pessoas em geral. Vêem claramente seus sentimentos, e podem ler intuitivamente suas disposições e índoles. Pode-se considerar sua alta sensibilidade à energia dos ambientes, tanto por receber quanto por gerar influência sobre.

Segundo alguns estudiosos e cientistas o ADN destas crianças tem passado por mutações genétivas, comprovadas cientificamente.

5 comentários:

heloisa disse...

MUITISSIMO OBRIGADA,
POR SUA AMAVEL VISITA a meu espaco de escrita.
...........
Muito interessante,este artigo; obrigada por ele!

Fica um abraco e os sinceros desejos de que 2008, decorra a medida de Seus desejos e SONHOS!!!!!

Heloisa B.P.
..............E... tentarei "nao deixar de escrever". Nem sempre e' facil!...
FELICIDADES para SI* e sucesso para ESTE ESPACO! Voltarei sempre que tal me seja possivel_FAREI PORQUE SEJA_!
*********************

Angel of Light disse...

Linda irmã de luz!

Obrigada por me teres convidado a ler o teu post sobre os índigos e cristais. Só agora tive oportunidade. Desculpa.

Gostei bastante do que escreveste e... é isso mesmo! As crianças que estão a chegar ao mundo são completamente diferentes das da nossa geração ou de gerações anteriores. Elas vêm para nos abrir os olhos.

As Índigo, também chamados de guerreiras, vêm despertar a humanidade para a grande necessidade de mudança! Vêm com o propósito de abrir o caminho para a espiritualidade dos humanos. A palavra "guerreira" diz tudo. Elas vêm "remexer" em tudo, enfrentar o sistema que lhes é imposto. Por isso é que são, muitas vezes, diagnosticadas de hiperactivas, sobredotadas e até problemáticas. Ao fim ao cabo, elas vêm abrir o caminho para que as Cristais possam desempenhar a sua missão: espalhar o Amor pela Terra, muitas vezes, só através da sua presença. E estas, com características diferentes das índigos, também já estão a ser diagnosticadas de autismas, só porque começam a falar tarde! Os humanos gostam de rotular tudo...

Com estas novas crianças, cada vez mais se ouve as pessoas a dizerem que os bebés, hoje em dia, nascem já ensinados. Claro que sim. São almas altamente sábias. Já lhes vem nas "células" toda essa sabedoria, todas essas qualidades que muitos ainda dizem ser da tecnologia, da televisão, dos computadores, dos irmãos mais velhos... Está bem que ajuda, mas não é suficiente.

Como sabes, tenho 3 filhos, 1 Índigo, 1 Cristal e o outro que anda ali entre o Índigo e o Cristal. Agora pergunto eu: "Como é que é possível que o meu filho mais velho, que tem 9 anos, tenha nascido já a saber tanto? Não tinha irmãos para seguir o modelo? Esteve em casa comigo até aos 3 anos, por isso, também não convivia com muitas crianças! Já vinha "programado" assim. Ele é um índigo e diz isso com muito orgulho. Ainda ontem fomos ao lançamento do novo livro da Tereza Guerra, "O poder índigo e evolução cristal" e ele até ficou com as lágrimas nos olhos quando começaram a falar dos índigos. É extremamente sensível, este meu filhote.

Mas tu já alguma vez pensaste que também possas ser uma índigo? Olha, eu sou, o meu marido é... Tantas pessoas são. Se nunca pensaste, pensa nisso! Bem, isto de ser índigo não é nenhum título especial que ganhámos. Somos todos iguais. Tivemos e temos maneiras diferentes de ver e de agir, logo desde muito cedo.

Brevemente estou a pensar em escrever um pouco sobre os índigos e os cristais.

Obrigada mais uma vez pela partilha.

Fica bem.

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!


Já as Cristais,

Angel of Light disse...

Querida, este "Já as Cristais," ficou ali pendurado no final... Não ligues. Desculpa. Beijinhos

Kaléu Caminha disse...

Olá, primeiro, parab[ens pelo blog e por tratar de um assunto bastante difícil e que muitas vezes é mal visto.

Vocë poderia dizer quais as referências pro seu texto sobre? Quero buscar saber mais e principalmente sobre a sua referência a estudos científicos..

Obrigado..
:-)

Paulo Bettencourt disse...

Parabéns pelo projecto!
Para sempre criança!