quinta-feira, 29 de maio de 2008

Há sempre...


Amo-te Pedro!

17 comentários:

kakauzinha disse...

A razão é que não podemos viver sem a loucura do amor e insanidade saudável da paixão.

Beijo azul*

Menina do Rio disse...

Se há loucura no amor, há sanidade na arte de amar, porque ser louco é ser feliz

Beijo

Nadja Reis disse...

Concordo com essa frase!rsrsrs Embora este cidadão me de um pouco de receio,receio porque ele tem idéias muito loucas...rsrsrs... =)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

É, não controlamos nada. Vc apareceu uma só vez no meu blog.Isso não vale.
Postei sobre o filme Across the Universe.
Vá lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

gaivota disse...

fantástica a foto!
bendita loucura!
beijinhos

JPD disse...

Completamente de acordo.

(Se estiveres a comemorar alguma efeméride, as mias felicitações)

Maria Clarinda disse...

Lindo este teu grito ao Amor!!!!
Estou em silêncio...porque preciso...estarei sempre por aqui tu sabes!!!!
Jinhos mil

poetaeusou . . . disse...

*
o amor é louco,
sem duvida . . .
,
conchinhas amigas, deixo,
,
*

Leonor disse...

razão, loucura e amor, felizmente atravessam-se várias vezes. com vantagens mútuas

beijos, bom fim de semana

Oxyder disse...

sem duvida! não poderia concordar mais!

bjinhos** e bom fim-de-semana ;)

Éverton Vidal disse...

Grande verdade rsrs, essas coisas estao inevitavelmente interligadas.

Dalaila disse...

entre a razão, a emoção a loucura e o amor vais vivendo em tudo

Poeta Mauro Rocha disse...

Razões e corações e amor, tudo misturado resulta numa razão louca e numa loucura racional.

Obrigado pela visita.

Beijos.

MAURO ROCHA

Alma Nova ® disse...

Tal como o aparente antagonismo da ordem no caos, também a loucura não subsiste sem a razão, e esta deixa de te ter razão de existir sem a loucura.

Å®t Øf £övë disse...

Lyra,
Acredita que não te odeio... embora possa parecer, só pelo facto de te lançar este desafio...
Mas sabes, é que nós homens por vezes também somos uns "cuscos"...

Bjs.

Auréola Branca disse...

Sim, sim, sim! E quanto parecemos louco por amar ele? Ou ela? Qual a nossa metade que diz "não é possível que ele me faça rir desse jeito!"?

Abraços...

Germano disse...

Que frase, Lyra!
Que frase!

Abraços de sempre...

Germano
Aparece...