sexta-feira, 2 de maio de 2008

Ao meu filho

Tenho a felicidade incrível de ser mãe de um delicioso rebento de 5 anos que já se interessa por fractais (risos).

O texto introdutório de "Fractais: Uma nova visão da natureza", de Osame Kinouchi, cuja leitura aconselho vivamente, é uma excelente prova de que as crianças adoram e entendem os fractais (na sua forma mais abrangente possível) com uma facilidade extrema, como poderão ver no desenho abaixo.


“As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações.“ - Saint-Exupéry -

Fractal hexaedro

Se nas escolas se brincasse mais com formas, cores e sons,
Se as nossas crianças desenhassem mais,
Se a arquitectura, a pintura, a escultura, a música fizessem parte do nosso quotidiano,
Se o pensamento poético nos acompanhasse no dia-a-dia,
Se tudo isto e muito mais acontecesse decerto que as nossas... cidades seriam muito mais perfeitas…e nós também.

38 comentários:

O Profeta disse...

Sbescrevo completamente as tuas palavras, sou professor de artes...


Doce beijo

antónio paiva disse...

...
assino por baixo!

como eu te entendo e compreendo.

abraço e até breve.

...

Cöllyßry disse...

Entendo bem o que dizes,Sou Mãe
Como são belas as crianças...

Doce meu beijo

Hanah disse...

lindo rebento...

abrem-se fractais quando entro aqui...

obrigado...

Beijos de bom fim de semana

Maria Laura disse...

A verdade é que a ciência também pode ser poética e sobretudo pode ser ensinada apelando a todos os sentidos. Acho que estás coberta de razão.

JPD disse...

Completamnte de acordo, Lyra.

Vou levar em conta a sugestão que deixas aqui.

Voltarei.

Pena disse...

Sensível Amiga:
O que escreve é doce, sensível e pleno de significação.
Como educador expresso-lhe toda a minha admiração, fascínio e encanto pelo que quer para as crianças puras, sensatas e lindas do nosso Portugal.
Mais desenhos, mais criatividade no ensino, menos explicações cansativas e exaustivas às crianças e jovens.
Não são desprovidos de beleza no que fazem ou estupidez impensada e visível, mas exige-se-lhes tanto em troco de nada. Sentem, respiram e vivem plenos de talento a seu modo e de acordo com a idade.
A participação plena em actividades artísticas é sensato, sóbrio e justo. Merecido. Aprovarão, de certo e por completo.
Parabéns pelos conselhos admiráveis de um pleno sentir e ser.
OBRIGADO.
Com estima, respeito e imensa consideração.
Beijinhos amigos

pena

OBRIGADO pela visita tão amável.
Gostei muito, acredite?

Leonor disse...

Aqui está um texto que eu, ignorante como sou, vou ler.

Adorei o desenho!!!

beijinhos

Lucy disse...

Se as escolas se fundamentassem mais nos afectos... usavam as Artes e a Animação Lúdica para fazer este mundo mais feliz.

Um espaço de Ternura, o seu. Doçura sempre contagia. Obrigada pelo exemplo.
Lucy

Auréola Branca disse...

Afirmam-se psicólogos que alguns sonhos escondidos no nosso inconsciente apresenta-se como fractais, ligando imagens e percepções na mente. Acho que, por isso, as crianças identificam-se mais com esse elo de contrução.
Gostei demias do desenho.

EDUARDO disse...

Querida mae, sem dúvida concordo em pleno com a tua perspectiva! Bjo

D@rk @ngel disse...

Linda Lyra
Desculpa não te ter visitado mais,mas devido a problm de saude ,venho menos na net.
É bom quando vemos nossos filhos apreciarem algo que é possitivo...
Desejo te um fim de semana cheio de paz
Deixo te um beijo doce

Pedro Branco disse...

É por essas e por outras que sou professor!

impulsos disse...

Isso, de certeza absoluta que assim seria!
Se...
Mas infelizmente o se mantém-se e a realidade é bem diferente daquilo que poderia ser.

Beijo

Multiolhares disse...

as crianças surpreendem-nos, eles descobrem a simplicidade das coisas,e tem uma capacidade de aprendisajem incrivel
bj

jasmimdomeuquintal disse...

Concordo plenamente! parabéns e feliz dia da mãe.

lua prateada disse...

E como esses rebentos são tão importantes em nossas vidas é o que nos faz mover por tudo e para tudo...
Não há medicamento mais adequado,precioso e eficaz para curar desgraças do que um amigo.
Nele nós encontramos, conforto quando estamos em dificuldade-
Com ele podemos partilhar a felicidade dos momentos de alegria.
Beijinho prateado com carinho e votos de um feliz domingo
SOL

Lampejos disse...

Lyra,

Elas conseguem enxergar amanheceres que encantam, iluminando seus sonhos, renovados de esperança.

Conseguem ver e saber que só o que é verdadeiro permanece.

!!!FELIZZZ!!!Pelo teu dia Lyra!

(a)braços e flores de girassóis :)

Oliver Pickwick disse...

Aos cinco, fractais; aos seis, o princpio da incerteza; aos sete, a teoria do caos; aos oito, física quântica pura.
Este menino promete, querida Lyra.

Tem toda razão! Comecei a desenhar com um ano de idade. E jamais parei. Tenho um estoque de pelo menos umas cinquenta histórias em quadrinhos que desenhei, remanescentes da minha infância e pré-adolescencia.

Sandra Fonseca disse...

Se houvesse espaço para a descoberta do conhecimento e da arte, ao invés da imposição do saber, como algo alienante e qu sempre vem de fora...
Eu te entendo bem.
Beijo.

Oxyder disse...

o desenho é do teu rebento? de qlq maneira está bastante esclarecedor :P

bjinhos**

Crisfonseca disse...

Se todos tivessem a arte , seja ela poética, musical, teatral, a pintura e o desenho em si, além, de criativos , nossa taríamos um outro mundo. Humm... que sonho... , seria muito bom
Bjs
Cris

Maria Clarinda disse...

Lyra...não tenho palavras, tenho apenas todo o carinho que tenho em mim .
Beijos para o Gonçalo!!!!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Os filhos realmente são a nossa felicidade. Gostei imenso.

Pérolas incandescentes de harmonia.

Eärwen

Angel of Light disse...

Querida irmã de luz!

Assino embaixo o teu post. Tenho três filhos, 3, 7 e 9 anos e, se não formos nós, em casa, a incentivá-los a "abrirem a mente", ninguém mais o fará!

Deixo-te um enorme beijinho de Amor, Paz e Luz, de mim, uma mãe, para ti, outra mãe

p.s.: Não me esqueci do que me pediste. Dou a opinião, claro que sim! Ainda não tive oportunidade de ler o post. Logo que o faça, digo-te. Beijinhos.

Dantas disse...

maneiro seu blog!
vamos nos linkar? :}

carvoeirita disse...

que mãe babada!!!!!
muitos beijinhos

Dalaila disse...

que lindo, o imaginário das crianças permanece para sempre

Acordomar disse...

Decerto que sim, Lyra

Um beijinho para ti e teu menino:*

MARIA MERCEDES disse...

Lembras-me o Arrabal e o Jodorowsky com a Poesia em acção!

Surfar o Caos, é surfar a onda de probabilidade...

beijinhos quânticos

Noslen ed azuos disse...

Bem inteligente o desenho de seu filho; realmente as crianças por não ter ‘vicios intelectuais’, estão puros para a intuição, esta que compreende a essência das formas, cores, sons e pessoas.

Bls
NS

legivel disse...

... são demasiados?! "ses" para os mais crescidos que têm imensa dificuldade* em não serem crianças.

*Generalizo, claro.

beijinhos e sorrisos.

legivel disse...

"... para os mais crescidos, que têm imensa dificuldade em voltar a ser crianças".

Era assim que pretendia escrever.

kakauzinha disse...

O desenho do teu filho está uma delícia!

As crianças têm uma percepção diferente, devemos sempre dar-lhes ouvidos porque se é verdade que têm uma imaginação muito fértil não é menos verdade que vêem muito para além dos sentidos.

Eu como sempre adorei pintar, desenhar, dançar, ouvir música, ouvir o mar e a Natureza, vivi sempre em dois mundos e fiz deste mundo uma passagem mais suave.

Beijinhos*

Carla disse...

uma óptima sugestão que nos ofereces
beijos

Anónimo disse...

Lyra, minha querida, eu quero ser criança eternamente. Você tem uma receita para mim?

Me manda o emplastro!

Adorei o relato.
Teu filho será grande.

Abraços de maio.

Germano
Aparece!

poetaeusou . . . disse...

*
se não fossemos
um povo,
quedo e triste . . .
,
revoltosas conchinhas, deixo
,
amoroso o teu post,
bem hajas,
,
*

Rui disse...

Sem dúvida que sim.