quinta-feira, 27 de março de 2008

A vida é...

Perdição que molha a boca logo ao amanhecer. Sensações que o viver é como um fio ténue e desencapado que pode, a qualquer hora, ser fragilizado.

A vida é uma aventura, um filme que se desenrola e constrói na frente dos olhos. Um horizonte que se vai alargando à medida que o homem sonha e deseja realizar... É como tomar banho de mar debaixo das estrelas sem medo da escuridão. É tactear com a mão o próprio destino que, em silêncio, às vezes, rasteja debaixo dos pés tentando mostrar novos caminhos e trilhas... Uma canção para um coração que ainda está a aprender a falar, a balbuciar palavras.

Um coração viajante pergunta-se sempre onde ir, o que fazer e porque viver se o amanhã ainda nem existe? Mas ter coragem é conhecer os intrínsecos e majestosos enredos da victória, de sorrisos compartilhados, de abraços bem dados, da poesia que nasce no raiar do dia, quando tudo ainda é improviso...

A vida é assim... Mas o que conforta o olhar de um sonhador é que nada é para sempre, nem a semente e, nem tão pouco, a dor. Tudo pode ser revertido em aprendizagem, em amor e nada é tão longo e nem tão breve ao ponto de vencer a força de uma exclamação. As vírgulas sempre existirão para brindar a respiração que anseia pela continuação, pela vida...

Curem-se as feridas sorrindo e imaginando que o nada pode ser o tudo do que ainda está por vir...

32 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Concordo com a tua afirmação, a vida é um filme. Chato é que nem todos têm orçamentos chorudos e outros têm pouca sorte ao escolher os protagonistas com os quais vão contracenar.

Beijoca!

Pena disse...

Linda Amiga:
Admiro e penso que é fascinante este lindo relato existêncial que é viver. Lindo.
Um gesto maravilhoso. Terno. Sensível e Doce.
Quanta ternura e carinho deslumbrante comporta? Imenso!
As palavras mexem-se em harmonia e sensatez geniais. Agitam-se na mais pura Arte repleta de partilha, repleta de bem-estar e bem sossegadinhas formando um tela magnífica de encanto.
Parabéns sinceros.
Também amo a vida. Tal como é. Amo o que a natureza concebeu e que dignifica. Há dignidade em si e no que faz com talento e sublime sentir.
Bj amigos de estima e respeito extensivos aos seus
Com encanto pelo que li

pena

OBRIGADO pela terna visita. Adorei! OBRIGADO!

Paradoxo disse...

"...e nada é tão longo e nem tão breve ao ponto de vencer a força de uma exclamação..."

se me permites, a ousadia, aqui está um verdadeiro orgasmo poético!! real depoimento de vida e da vida!

beijão!

Gonçalo de Assis disse...

Minha querida e linda amiga, venho agradecer a sua visita. Amigos mesmo distantes moram no meu coraçao, e nunca sao esquecidos. Bj com mt carinho

Liberdade disse...

Acreditar é mesmo o que é preciso.

E eu também acredito que tu, minha amiga, com as permissas que pareces ter perante a vida, és uma pessoa maravilhosa.

Abraços virtuais

Acordomar disse...

Ola Lyra
Este texto está magnifico;
"Tudo pode ser revertido em aprendizagem, em amor e nada é tão longo e nem tão breve ao ponto de vencer a força de uma exclamação"

Um grd beijinho

(agradeço as tuas amaveis palavras, e eu voltarei, nao sei é quando)

Gerlane disse...

Sim, a imprevisibilidade do amanhã tanto nos estimula a vivenciarmos o que tanto queremos, quanto nos faz refletir acerca da importância dessas coisas almejadas.

Muito envolvente o teu texto!

Beijos pra ti!

Noslen ed azuos disse...

"MAIA"

Maria Clarinda disse...

(...)Mas o que conforta o olhar de um sonhador é que nada é para sempre, nem a semente e, nem tão pouco, a dor. Tudo pode ser revertido em aprendizagem, em amor e nada é tão longo e nem tão breve ao ponto de vencer a força de uma exclamação.


Adorei mais uma vez viajar bebendo as tuas palavras, pelo teu espaço.
Do teu post de hoje estas foram as que nais me marcaram!
Jinhos mil

Sr do Vale disse...

Lyra, um dia tiraremos as sapatilhas e guardaremos as fantasias.

Nyna disse...

A vida é maravilhosa, é ler o que tu escreve
Beijos.

legivel disse...

... como homem prevenido que era, perguntou ao seu coração "ó meu! onde queres ir hoje?" Pulsante, o orgão não pensou duas vezes e disparou "Vamos passear até à linguagem do caos! Consta-se que por lá se fala da aventura da vida.
Levando a mão ao peito, Firmino agradeceu a sugestão, desfez a barba, vestiu uma camisa lavada e na rua chamou um táxi. "Para o caos." pediu ao motorista. este olhou-o pelo espelho "Tem piada! Ainda esta madrugada levei lá a nyna e no dia anterior o sr do vale".
Firmino não respondeu: mais um que tinha fome de conversa...

O Profeta disse...

A vida é tanto...tão pouco...



Esta é a alma que voa de um Profeta
Ao encontro do teu sentimento
Este é o sal de alva espuma
Que te ofereço e diadema de espanto…

Olhos de alma, da tua alma
Quero-os no cais da minha chegada
Espero por ti em manto de ternura
No encontro da minha caminhada


Bom fim de semana

Mágico beijo

Rui disse...

...

- Está enganado.

Firmino arregalou as vistas e olhou em redor. O rádio estava desligado.

- Fui eu que falei - disse o motorista, olhando pelo espelho.
- Falou...o quê?
- Disse-lhe que estava enganado. Não tenho fome. Esta manhã, ainda na cama, dei dois dedos de conversa com a minha Belmira. Chega-me bem até ao almoço.

Firmino zangou-se consigo próprio: as coisas de pensar são para serem pensadas e não ditas.

- Não se preocupe - parados num semáforo, o motorista tinha-se voltado para trás e encarava Firmino com um sorriso. - Você não falou.
- Então... como é que...
- Consigo chegar aos pensamentos de quem aqui se senta.
- Está a gozar comigo.
- Talvez esteja. É assunto que fica para outra altura. Já chegámos.

O táxi encostou à porta do Estádio da Luz, enquanto Firmino se debatia com o que dizer.

- Não diga nada, deixe estar. São cinco euros e trinta, se faz favor.

Milena Marília disse...

Olá Lyra!
Caminhando sempre...a caminhar, a sorrir quando der, a chorar quando convir.
Beijo, boa semana!

Ignota disse...

Gostaria de encontrar palavras para comentar este texto magnificamente bonito e de uma clareza descritiva extenuante. (Porquê "A Linguagem do Caos"?)

Só sinto de escrever, como final, algo que alguém disse um dia: "No fim da vida, levaremos só isto: o Amor. O resto é nada."
Porque acredito que o Amor, não só o Amor verdadeiro pela pessoa com quem poderemos partilhar o resto da nossa vida, como o Amor que deveríamos dirigir a todos os que nos rodeaim, é a única coisa que fica, que pode ser eternizada.

Bom fim-de-semana!

Angel of Light disse...

"Curem-se as feridas sorrindo e imaginando que o nada pode ser o tudo do que ainda está por vir..."

Ultrapassemos os obstáculos sempre com a cabeça erguida, sempre com a força interior que brota do nosso coração. Alcançaremos o que for para nós!

Um bom fim-de-semana!

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Blueshell disse...

quanto ao passado..nada se pode fazer e o futuro...esse é um enigme. Gostei de te ler. Beijo em azul1
BShell

MEU DOCE AMOR disse...

...é uma luta permanente e uma aprendizagem diária.

O Divino não é "moldável",mas...

E quando o materializamos?Temos que lhe dar forma?

Um beijinho doce Querida Lyra:)

MEU DOCE AMOR disse...

Ai a foto do post anterior:)

"Neptuno na Horta"...está aqui ao pé de mim:)

Beijoca

f@ disse...

Sim que o sorriso pode ser mto importante,... assim como uma lágrima e tantas outras aparentemente"pequenas coisas"...
beijinhos

comecardenovo disse...

Terei que concordar com a opinião do rafeiro perfumado.
Mas a tua frase final:Curem-se as feridas sorrindo e imaginando que o nada pode ser o tudo do que ainda está por vir..." deixa-me alguma esperança.
bom fim de semana

Divinius disse...

Não existem palavras para a vida!:)
Escreves muito bem.
Sorriso *_*

Otário disse...

Olá! Decerto já precenciaste um sorrisso de uma bela jovem pela primeira vez... já sentiste um forte sentimento cá dentro ao ouvir 1 poema. Já te apaixonaste?

Passom-me a apresentar:
Sou Otário e queria te convidar a apoiares a elaboração do 'Dia da 1ª vez'! No fundo, se não fosse a 1ª vez, que seria feito de nós?

Só tens de comentar e espalhar a mensagem. Um abraço!

Iana disse...

Ola... obrigada por fazer parte do meu cantinho....
tenha um maravilho fim de semana

" VOCÊ não entra na vida
das pessoas apenas,
para ser mais um,
e sim para deixar algo de bom ...
para marcar...
para somar...
para ajudar... "
É por isso q estou passando aqui
no seu cantinho...
Vc é muito ESPECIAL

Beijos mil Iana!!!

Cygnus X1 disse...

Parabens! o teu blog está mesmo muito bom. Obrigado por, a cada "post", me relembrares o quão fantástica és! Mulher Magnética, Love ya!

Lyra disse...

Meus amigos queridos:
depois de vos ler a todos apenas me resta acrescentar uma frase batida mas cheia de força: CARPE DIEM!

;o))))

Lyra

Lyra disse...

"Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida - umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana. Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso" - Bernardo Soares -

Lyra disse...

Cygnus:

Obrigada, Rapaz Maravilha, por percorreres comigo, de mãos dadas, o caminho da vida que tão bem tens sabido colorir! Obrigada também por estares de volta ao caos e por seres o meu "muso" inspirador.

E nunca te esqueças disto:
os meus sonhos vão até onde os teus olhos me levarem! Love ya!

Sandra Fonseca disse...

"É como tomar banho de mar debaixo das estrelas sem medo da escuridão." Sim! a grande aventura de viver. Obrigada pela visita tão carinhosa. Seu blog é recheado de ótimas leituras!
Beijo!

Oliver Pickwick disse...

Exibiste bem a sua concepção de vida. Discordo de algumas passagens, contudo, vale destacar que de fato, "nada é para sempre". Esta expressão é ótima companheira, nos dá força na dor, na ansiedade e na mesmice.
Beijos!

Dalaila disse...

a vida é não esperar nada do dia seguinte, é estar porque se quer, é lutar todos os dias pelo amanhã que não sabemos, que não conhecemos, mas que queremos